14.6.11

Nem tão natureba assim


Hoje resolvi falar um pouquinho sobre deseducação alimentar porque as pessoas em geral relacionam veganismo com comida crua e super natureba, tipo uma saladinha e só. É verdade que a maioria dos veganos cultiva hábitos alimentares saudáveis, consumindo alimentos integrais, orgânicos, etc, mas isso não é regra. Quando me tornei vegana realmente eu comia muitos leguminhos refogados, saladinhas e tal, meus lanches geralmente eram frutas e castanhas. Cheguei a emagrecer uns 4kg, mas aí apareceram umas pessoas na minha vida que me mostraram todo um universo de porcarias veganas no super mercado, aí lascou, rsrs!

Mas, se por um lado eu recuperei meus quilinhos e mais um pouco, por outro me livrei de desmaiar de fome por aí em dias frenéticos de trabalho (oi, hipoglicemia). Além disso, as pessoas passam a nos tratar com mais dignidade quando nos veem comendo algo que elas conhecem (e gostam). Na nossa civilização, compartilhar comida é um ritual sagrado. É patético, mas é verdade.

Este é um guia de coisas que se pode comer na rua, naquela junção com amigos onívoros, ou então naqueles dias tenebrosos de TPM, quando a gente tem vontade de encher a cara de doce, sabe? Claro que veganos conseguem adaptar a maioria das receitas, mas tem vezes que a gente não tá afim de cozinha e ponto final.

Ruffles: Nas versões original e churrasco, já me salvaram a vida muitas vezes. Houve situações em que essa era a minha única opção. Muita gente se surpreende, mas o sabor churrasco não tem nenhum ingrediente de origem animal, ao contrário da de salsa e cebola, que leva soro de leite.

Traquinas: quem não gosta de traquinas? Os sabores amigos dos veganos são brigadeiro e flocos. Os outros levam derivados de leite ou cochonilha (corante à base de insetos esmagados).


Amendoim japonês: maravilhosa fonte de proteínas! Sou viciada! Amendoim comum também serve, mas eu prefiro com essa casquinha aí. :9


 Naturis Chocolate: nas versões líquida (tipo toddynho), de litro ou embalagem de 200ml, e creme (tipo danette), são uma delícia!

Cebolitos: fiquei muito triste quando descobri que cebolitos tinha soro de leite, mas há umas duas semanas atrás li o rótulo denovo e não tem mais! #todascomemora

Cacau Show: os veganos também tem vez nessa loja maravilhosa! Além do chocolate meio amargo sabor laranja, da linha Gourmet, tem também a barrinha 55% Cacau. #ADORO

Chocooky: o sabor chocolate é veganíssimo! Os outros, infelizmente, não.


Pastelina: muita pastelina eu comi na hora do recreio quando era pirralha, rsrs.


Mais opções: Club Social original ou integral; Chocolate Refeição preto, da Neugebauer; Pão Sueco original ou ervas finas.

Vale a pena ler os rótulos dos produtos sempre, pois você pode se surpreender (tanto pro bem quanto pro mal). As empresas às vezes mudam as receitas, substituindo ou acrescentando ingredientes de origem animal, então é bom ficar de olho.

Que tal um lanchinho vegano agora?

Bjs
@barbimake

9 comentários:

  1. Ruffles churrasco não é vegana, corrige a informação. Tem extrato de carne no "condimento preparado sabor churrasco".

    ResponderExcluir
  2. Oi! Segue a informação do rótulo:
    "Ingredientes: Batata, óleo vegetal, condimento preparado sabor idêntico ao natural de churrasco [farinha de arroz, sal, dextrina, maltodextrina, amido modificado, cebola (alimento tratado por processo de irradiação), aromatizante, realçadores de sabor glutamato monossódico, inosinato dissódico e guanilato dissódico e antiumectante dióxido de silício]."
    Procurei no google e realmente tinha uma descrição dos ingredientes que continha extrato de carne, mas essa é a composição atual.
    Vou enviar um e-mail à empresa pra tirar a dúvida.
    Obrigada pelo toque ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ! Acabei de chegar no seu blog, e já gostei muito! Queria saber se você enviou um e-mai á empresa e qual foi a resposta deles, pois alguns falam que tem outros que não e é melhor não arriscar né !

      Excluir
  3. Me parece que o dióxido de silício do Ruffles Churraasco aí é o famoso silicone que as empresas costumam usar em batatas fritas.

    ResponderExcluir
  4. Dióxido de silício não é silicone... E as empresas não usam silicone em batatas fritas...

    ResponderExcluir
  5. Dióxido de silício não é silicone... E as empresas não usam silicone em batatas fritas...

    ResponderExcluir
  6. Antes de comprar um desses produtos, também é necessário estar atento ao fabricante. Muitos fazem testes em animais :/

    ResponderExcluir
  7. Todo amendoim japonês tem glutamato monossodico. Veneno.

    ResponderExcluir
  8. Todo amendoim japonês tem glutamato monossodico. Veneno.

    ResponderExcluir